logotipo

terça

21/11/2017

Publicidade

Exibir Comunicação
Destaques
Publicada em Qui, 13/04/2017

Babá brasileira foi responsável pela conversão do ator Stephen Baldwin

3731

Babá brasileira foi responsável pela conversão do ator Stephen Baldwin

Um testemunho de conversão que aconteceu devido à obediência de uma serva que ouviu de Deus qual era sua missão, e foi cumprir. Esse é o resumo da história do ator Stephen Baldwin, 50 anos, que se entregou a Jesus após ser evangelizado sutilmente por uma babá de seu filho.

Durante uma entrevista à emissora Christian Broadcasting Network (CBN), Baldwin contou que sua esposa, Kennya – que é brasileira -, contratou uma babá também brasileira, e essa mulher passava horas cantando em português.

 “Contratamos essa senhora do Brasil, chamada Augusta, e toda vez que ela trabalhava para nós, ela cantava em português. Só minha esposa conseguia entender”, disse o ator, acrescentando que sua esposa o explicou o que as músicas diziam.

“Ela está cantando sobre Jesus”, disse Kennya ao marido. Dias depois, sem conter a curiosidade, a patroa procurou a babá: “Por que todas as músicas são sobre Jesus?”. A resposta da funcionária veio acompanhada de uma gargalhada, e a esposa do ator ficou sem entender.

“O que é tão engraçado?”, perguntou Kennya, enquanto Augusta, tentando resumir, disse: “Eu acho engraçado você pensar que eu estou aqui apenas para limpar sua casa”.

Durante a conversa, a babá contou à patroa que havia ouvido Deus dizer que ela tinha que ir trabalhar e morar com a família do ator, porque ela deveria falar de Jesus a eles.

“Ela continuou dizendo à minha esposa que, antes de aceitar o trabalho, orou com seu pastor e alguns membros de sua igreja no Brasil. Ela teve um sonho e viu minha esposa, minha filha mais velha, Aliya e eu”, afirmou o ator na entrevista.

Stephen Baldwin, no entanto, não se deixou levar pela revelação: “Não me impressionou nem por um segundo. Fui criado na Igreja Católica Romana até os 11 ou 12 anos. Isso não fixou em mim. Saí pelo mundo e continuei fazendo o que achava melhor”, afirmou, lembrando de sua incredulidade.

Conversão

A esposa do ator foi a primeira a se converter e passar a frequentar uma igreja em Nova York, formada por brasileiros. Esse comprometimento chamou atenção de Baldwin, que passou a se interessar pela Palavra e abrir espaço para Deus.

Em 11 setembro de 2001, quando aconteceram os atentados terroristas, ele entendeu que precisava de algo mais: “O 11 de setembro me assustou. Eu pensei: ‘Talvez seja hora de começar a pensar nessa coisa de fé’”, disse.

Depois disso, ele se entregou a Jesus, foi batizado nas águas e passou a testemunhar sobre sua conversão de forma intensa, a amigos e imprensa. Anos depois desse início empolgado, o ator reconheceu que falar sobre o Evangelho fechou várias portas em Hollywood.

“Quando você vai para a imprensa e você está animado com o início de sua jornada cristã, você não percebe que as pessoas podem ter uma percepção diferente”, comentou.

No entanto, anos depois, ele teve sua volta por cima, ao participar da série A Bíblia, criada por Mark Burnett, em 2013, para o canal History Channel. Depois disso, Hollywood despertou para o potencial dos filmes baseados na fé e uma série de longas cristãos com sua participação começaram a sair do papel.

Baldwin diz, sem meias palavras, que Jesus Cristo o fez um pai e um marido melhor: “Eu não poderia fazer isso a menos que eu tivesse algum entendimento de qual era a vontade de Deus para mim. Eu só tenho essa compreensão porque me baseio na Bíblia”, frisou.

“Eu acredito que eu tenho um chamado. Você sabe qual é esse chamado? Se levantar em caminho radical para o Senhor. Nesse processo, se eu insultar as pessoas, se eu ofender as pessoas e se eu me agitar um pouco, sei que serei conduzido em arrependimento pelo Espírito Santo”, concluiu.

*Com informações de CBN News.

Comentários

social

foto_entrevistas

Oficina G3 anuncia pausa na carreira

0

Qui, 28/09/2017

lançamentos

foto_entrevistas

Gabi Sampaio lança clipe de Lindo És

0

Ter, 21/11/2017

© 2009/2016 - Revista Exibir Gospel | Desenvolvido por Exibir Comunicação